Domingo, 18 de Janeiro de 2009

Silêncio

 

Uma rosa a abrir

O nevoeiro a subir

Um pássaro ainda a dormir

E o sol a encobrir

Gatos que parecem sorrir

No meio da chuva a carpir

O silêncio teima em proibir

A minha janela de abrir

 

publicado por outraidade às 14:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

Serenidade

 

 

Volta serenidade

Ao lugar onde te encontrava

Em silêncio

Caindo a tarde quase adormecida

Na sombra do esteio

Do ventre materno

Sem saudade

 

 

publicado por outraidade às 17:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 2 de Agosto de 2008

Não sei

 

Desta vez não sei

Se foi o outro meu lado que encontrei

Perdido nas memórias de alguns sonhos

Espreitando o movimento das águas

Para saciar em cada dia

O rio da minha imaginação.

 

publicado por outraidade às 14:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 19 de Julho de 2008

Presente

Lembro-me

da saudade em que me deixa esse presente

do cheiro do café e do pão quente

dos ecos que não escutei por estar ausente.

 

 

publicado por outraidade às 11:38
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 6 de Julho de 2008

Renascer

 

Renascer

nos raios do sol poente

em cada entardecer

na lua que se renova

em cada fase que tem

Encontrar

em cada sonho expirado

outro sonho para viver

 

publicado por outraidade às 15:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Junho de 2008

Transparente

 

Na imagem que busco na água

Matizo a imaginação.

Nos nenúfares

Suavizo a inquietação

E encontro o meu lugar transparente.

 

 

publicado por outraidade às 15:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 10 de Junho de 2008

Aconchego

 

 

 

 

publicado por outraidade às 19:41
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Junho de 2008

Acalmia

 

No mar procuro vida que desconheço

Como tempero do amanhecer sereno.

Fico abrigada no meu próprio silêncio!

 

publicado por outraidade às 14:45
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Abrigo

Se canto

Não é encanto

É abrigo do meu pranto

Deixado nalgum recanto

Que não consigo encontrar

tags:
publicado por outraidade às 21:41
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2007

Certeza

Nem sempre a minha poesia é um poema

mas vejo sempre na tua vida um teorema.

 

 

 

 

tags:
publicado por outraidade às 22:34
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.Mmartinhadovale2@sapo.pt

.pesquisar

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Silêncio

. Serenidade

. Não sei

. Presente

. Renascer

. Transparente

. Aconchego

. Acalmia

. Abrigo

. Certeza

.arquivos

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. anjo

. borboleta

. enamoramento

. engano

. fantasia

.

. flor

. futuro

. lágrimas

. martinha do vale

. pensamentos

. poemas

. poesia

. presença

. primavera

. renascer

. silêncio

. so viver

. solidão

. sonho

. sonhos

. tempo

. vento

. todas as tags

.links

.subscrever feeds