Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2007

Ironia

Se eu tivesse a certeza da poesia que escrevo

O mundo não me metia medo.

Dito assim em segredo, até parece ironia.

 

publicado por outraidade às 15:05
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De lamire a 10 de Janeiro de 2007 às 16:38
Se eu tivesse certeza da poesia que escrevo...
Lançar-me-ia do alto de uma colina e voava...voava...
De outraidade a 17 de Janeiro de 2007 às 11:22
Voar é sempre um sonho como a liberdade. Pensamos que a atingimos mas nem sempre...

Comentar post

.Mmartinhadovale2@sapo.pt

.pesquisar

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Primavera

. Engano

. Flor

. Anjo

. Silêncio

. Borboleta

. Solidão

. Sonho

. Serenidade

. Partida

.arquivos

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. anjo

. borboleta

. enamoramento

. engano

. fantasia

.

. flor

. futuro

. lágrimas

. martinha do vale

. pensamentos

. poemas

. poesia

. presença

. primavera

. renascer

. silêncio

. so viver

. solidão

. sonho

. sonhos

. tempo

. vento

. todas as tags

.links

.subscrever feeds